Skip to content

“Feliz dia das Mães”

04/05/2011

Desejamos para todas as mães, muitas alegrias, flores e belas histórias com seus filhos, agradecemos a nossa querida usuária e amiga da biblioteca, que nos trouxe o texto abaixo em homenagem às mães.

 Á      ROSEIRA

 ERA UMA VEZ, duas meninas Ana e Anita

Elas moravam em uma casa grande e arejada com um lindo jardim

Na casa também morava; D. Celina mãe das meninas e vovó Catarina

Um dia Anita disse: Hoje eu quero passear no jardim.

Então Ana Falou: Eu também vou e quero plantar uma roseira

Anita perguntou: Porque uma roseira?

– Para colher rosas para mamãe

– Então eu vou plantar também uma roseira e colher rosas para vovó.

Assim as meninas foram à feirinha perto da casa e com o dinheiro que tiraram do cofrinho.

Ana comprou uma muda de rosa vermelha e Anita comprou uma muda de rosa

Cor de rosa.

No dia seguinte após o café da manhã foram uma para um lado e outra para outro lado do  jardim.

Plantaram as roseiras e voltaram felizes para casa, sujaram um pouco a pia e molharam a roupa mas a mamãe nada percebeu pois estava fazendo compota de doce de morangos e a vovó cochilava um pouco na cadeira de balanço.

Durante vários dias cuidavam das roseiras que brotavam e cresciam com vigor.

Chegou então o tão esperado dia das mães.

Ana e Anita: foram ao jardim mas não havia nenhuma rosa nas roseiras que plantaram.

Ana ficou desapontada e Anita ficou pensativa e disse: As roseiras precisavam de mais tempo para ter rosas.

– Assim como os bebês precisam de tempo para nascer? Indagou Ana

– Não sei se o mesmo tempo mas o certo é que faltou tempo.

– E agora? Perguntou Ana:

Estava aflita, Anita pegou Ana pela mão e foram ao canteiro de margaridas cuidadosamente cada uma colheu duas margaridas.

Saíram saltitantes e com beijos molhados como o orvalho da noite Ana e Anita ofereceram as margaridas para a vovó e para a mamãe entre beijos e abraços, comemoram o dia das mães e se lambuzaram ao comer o doce de morango.

Autora: Meranuzia Silva Oliveira

Nasceu em 31/08/1952 na cidade de Piritiba-BA.

É oficial de justiça, participou do livro XXI Antologia de poetas e escritores do Brasil-1999 volume XXXIV com crônica: “Eu e as estações”.

Destaque especial do XX concurso nacional de poesia para a revista Brasília, com a poesia “Tempo”.

Participou da antologia literária escrita para  um novo milênio com a poesia “Desamor”, antologia elaborada pela casa do novo autor S.P. da Litteris Editora LTDA em 2001.

Além de tudo é uma das usuárias mais frequentes da Biblioteca Hans Christian Andersen!!!

 Postado por: Equipe Hans

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: