Skip to content

Projeto Artístico Pedagógico – PIÁ

03/02/2011

Bibliotecas Hans Christian Andersen e Cassiano Ricardo

 O Fio do Novelotecendo, entrelaçando e destecendo sensações

 Quais fios nos entrelaçam?

Fios reais, fios irreais, fios invisíveis do mundo wireless, tão verdadeiros e tênues quanto os fios de nossas relações humanas, fios narrativos, fios sonoros, fios que dão movimento a uma marionete, fios que se entrelaçam, fios que se emaranham, fios que dão nós, fios que se rompem, fios contínuos, conexões, o fio da vida de cada um e os fios da memória coletiva…

Abrimos nosso projeto para descobrir nossos próprios novelos, desvelando nossa experiência enquanto artistas e educadores para nos embaraçar ao novelo de nossos piás, buscar a matéria bruta de seu inconsciente, de suas histórias pessoais, anseios, desejos, sonhos e todo mistério da criação artística: os caminhos para o tesouro secreto de cada um. Tal qual o fio de Ariadne que conduz Teseu através dos perigos do labirinto ou o fio das histórias entrelaçadas de Sherazade, enredos e tramas que nos conduzem numa narração, texturas do mundo à nossa volta, tessitura dos sons que nos permeiam, cores, formas e movimentos, a costura de nossas linguagens artísticas e das relações que as crianças estabelecem em contato com a arte.

Nosso projeto conjunto buscará por esses fios através de histórias, sons, movimentos, jogos, objetos e linhas, dos fios eletrônicos aos fios de lã, tramando relações e entrelaçamentos, sejam concretos ou imaginários, sejam descritos em palavras ou permeados por sensações e sentimentos, mas que sejam capazes de entrelaçar cada turma, cada educador e cada criança, entretecendo o universo dos contos de fadas e outros enredos tão presentes entre as estantes da Biblioteca Hans Christian Andersen às possibilidades sonoras da Biblioteca Cassiano Ricardo.

O novelo será nosso símbolo do interior caótico que pode se transformar em arte, os fios são nossos múltiplos caminhos e escolhas para que o emaranhado de sensações, anseios, desejos e sentimentos comecem a se abrir, e o ato de puxar, além de outros verbos como tecer, costurar, entrelaçar e destecer, a metáfora de todas as ações possíveis para o florescimento da criatividade e do encontro.

Quem vai puxar o fio primeiro?

Equipe PIÁ 2011… Guilherme, Juliana, Celso e Bárbara…

 Postado por: Ivânia Garcia

Anúncios

From → Uncategorized

One Comment
  1. paula regina carvalho merise permalink

    gostaria de fazer parte deste projeto.grata e parabéns pela iniciativa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: